Kady Araújo passa à final do Festival da Canção 2020 com o tema “Diz só” Leave a comment

A cantora cabo-verdiana Kady Araújo, residente em Portugal, apurou-se este sábado, para a final do concurso Festival da Canção portuguesa, com o tema “Diz só”, de Dino D’Santiago e Kalaf Epalanga.

A final do concurso está agendada para o próximo sábado, 07 de Março, no Coliseu Comendador José Rondão de Almeida, em Elvas, Portugal, e o vencedor vai representar Portugal no Festival Eurovisão da Canção, em Maio, em Roterdão, na Holanda.

Para além de Kady Araújo, apuraram-se para a final na noite deste sábado Jimmy P, Tomás Luzia e Elisa Rodrigues, que se vão juntar-se aos primeiros semifinalistas do concurso, Tiago Nacarato/Bárbara Tinoco, Marta Carvalho/Elisa, Filipe Sambado e Throes+The Shine.

A canção “Diz só” foi composta por Dino D´Santiago e com letra de Kalaf Epalanga, a interpretação é de Kady Araújo, que esteve acompanhada no Estúdio 1 da RTP, em Lisboa, por Adriana Abreu, Alicia Rosa, Solange Hilário e Inês Mendonça.

“Diz Só” concorreu com “Cegueira” de Dúbio feat +351, “Dói-me o País” de Luiz Caracol e Gus Liberdade, “Cubismo Enviesado” de Judas, “Não Voltes Mais” de Elisa Rodrigues, “Quero-te Abraçar” de Cláudio Frank, “Mais Real que o amor” de Tomás Luzia e “Abensonhado” de Jimmy P.

De acordo com a organização, na segunda semifinal, as oito canções foram sujeitas à votação do público e de um júri, sendo que as votações tiveram um peso de 50/50.

O Festival da Canção, conhecido também como Festival RTP da Canção, inicialmente designado por Festival da Canção Portuguesa, é um concurso anual promovido pela Rádio e Televisão de Portugal, desde 1964, com o objectivo de seleccionar uma canção para o Festival da Eurovisão.

Nascida na Cidade da Praia, Kady Araújo iniciou-se na música desde muito cedo, tendo conquistado o prémio de Melhor Voz Infantil de Cabo Verde, no Festival Nacional dos Pequenos Cantores.

Foi vocalista do grupo de rock “Os Blende” e fez teatro. Kady apostou na formação musical e estudou na Weslyan Univeristy do Connecticut (Estados Unidos), Brasil e Portugal, tendo feito coros para outros cantores e compositores cabo-verdianos da nova geração como Djodje, Dani Santoz, Sara Alhinho e Ricky Man.

Em 2015, editou o seu primeiro álbum intitulado “Kaminho”, produzido pela Broda Music e faz de Lisboa a cidade base da sua carreira artística.

Em 2016 após a sua participação no Atlantic Music Expo em Cabo Verde, Kady recebeu uma bolsa de estudos da Berklee College of Music” para frequentar o “Berklee Five Week Summer Performance Program”, em Boston, e em Agosto de 2017, lançou o single “Conbersu Sério” no estilo Afro.

Fonte: Expresso das ilhas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.